Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Startup mineira lança comunidade para engajar marcas na bandeira de baixa emissão de CO2

Reconhecida pela sua contribuição tecnológica para reduzir os níveis de emissão de carbono, a Sunew lançou a Green Community. O objetivo da comunidade é conceder às marcas a possibilidade de serem embaixadores da causa e, assim, tentar frear os efeitos do aquecimento global.

“Não se trata apenas de aderir à uma comunidade, mas de entender como, na prática, é possível fazer a diferença”, afirma Tiago Alves, CEO da Sunew, que há três anos produz OPV (Organic Photovoltaic), uma tecnologia limpa e reciclável capaz de captar de luz solar e transforma-la em energia.

A comunidade promove práticas conscientes e responsáveis para redução da “pegada carbônica” de seus integrantes. Dessa forma, cada membro se compromete a empreender seus melhores esforços ao fomentar um desenvolvimento sustentável diariamente.

A primeira regra para se tornar uma emprensa green é adotar uma OPTree™, mobiliário urbano símbolo da comunidade que harmoniza sustentabilidade, design e energia limpa. A OPTree tem o formato de uma palmeira, com OPV em suas folhas, e seu banco possui entradas USB para recarga de smartphones.

Entre os benefícios, o integrante da Green Community pode comprar a OPTree™ com preço diferenciado, além de integrar todo o material de sustentabilidade produzido pela Sunew.

Saiba mais sobre a comunidade aqui.

DEPOIMENTOS 

“A MRV acredita no poder da energia solar e no potencial que a Sunew Green Community tem para unir pessoas com um mesmo propósito, gerando impactos social e ambiental positivos.” Felipe Reis, Gerente de Inovação da MRV.

“A gente tem a possibilidade de um uso muito mais abrangente que a energia solar tradicional”, Josie Romero, Vice-Presidente da Natura.