O isolamento social provocado pelo coronavírus levanta várias reflexões sobre a necessidade de se buscar um futuro sustentável, embasado em soluções criativas. O tempo de quarentena tem gerado várias mudanças no planeta, incluindo resultados ambientais positivos que poderiam ser alcançados sem que fosse preciso um isolamento social massivo ou “lockdown“, devido a uma pandemia viral.

Recentemente pudemos observar na natureza cenários que há décadas não víamos: ecossistemas mais saudáveis, cidades menos poluídas e atmosferas mais limpas. Em termos sustentáveis, isso nos mostra que o mundo que almejamos depende de uma mudança na forma como conduzimos processos, relações de consumo e a atividade industrial.

Nesse contexto, a sustentabilidade é essencial, especialmente no cenário pós-coronavírus. Para saber mais, continue a leitura!

O meio ambiente durante a quarentena

A pandemia de COVID-19 tem afetado diversos países, gerando desafios não só para a área da saúde, mas também a economia. Apesar disso, existem pontos positivos trazidos por esse período, os quais, inclusive, podem servir como guia para a construção de um mundo mais sustentável.

De certa forma, o meio ambiente tem “agradecido” pelo isolamento social: várias cidades e países têm notado quedas significativas nos índices de poluição. Por exemplo: na China, a qualidade do ar melhorou 21,5%, sendo que houve queda de 25% nas emissões de dióxido de carbono (CO2), o que equivale a uma redução de 6% da emissão global.

Em Nova York, nos EUA, a concentração atmosférica de CO2 e metano caiu entre 5% a 10%. Em Veneza, na Itália, as águas dos canais ficaram mais claras por conta da redução do tráfego de barcos.

Essas mudanças se devem à diminuição do tráfego de diferentes tipos de veículos, bem como à paralisação ou redução de funcionamento de empresas, e indústrias que usam combustíveis fósseis e emitem gases poluentes.

O que as empresas podem fazer para um futuro sustentável

É possível alcançar um futuro sustentável de outras formas, com o trabalho e a colaboração de empresas do mundo todo. Até o momento, porém, a constatação é que o ritmo e as formas convencionais de funcionamento de muitas organizações têm contribuído para o cenário atual de poluição, mudanças climáticas e de “insustentabilidade”.

No entanto, isso pode mudar se as organizações adotarem medidas mais sustentáveis e ecologicamente corretas em diferentes áreas, investindo na conservação de ecossistemas, aprimoramento de processos e na transição energética, que envolve a substituição de modelos muito poluentes de produção de energia, baseados em combustíveis fósseis, por fontes de menor impacto ambiental. A seguir, veja mais sobre essa necessidade de mudança.

Práticas sustentáveis

Daqui para frente, a fim de alcançarmos um futuro sustentável, é importante que as empresas adotem um papel mais atuante na sociedade, empregando práticas efetivas e conscientes. A mudança é de postura e de cultura nas organizações. Veja algumas delas:

  •  reduzir ou neutralizar a emissão de CO2 para a atmosfera. Existem certificações como a “Carbono Neutro” que atesta que uma organização neutraliza o gás carbônico emitido em suas operações. Esse tipo de certificação é concedida com base na norma ISO 14064, que envolve a gestão de emissões e remoções de gases de efeito estufa (GEE);
  •  diminuir a produção e o consumo de plástico;
  •  implementar práticas de manejo adequado de resíduos;
  •  implementar estratégias de preservação ambiental em terrenos que contenham ambiente selvagem, especialmente em atividades de agropecuária, turismo, mineração etc. Aliás, ecossistemas selvagens degradados podem fomentar e diversificar doenças, uma vez que os patógenos se dispersam facilmente para rebanhos e pessoas;
  •  buscar sensibilizar, ensinar e mobilizar clientes para um consumo consciente;
  •  adotar novas tecnologias que sejam sustentáveis, limpas e renováveis, como na área energética;
  •  formar parcerias com outras organizações em prol de causas ambientais em comum que contribuam para um futuro sustentável;
  •  realizar parcerias nos âmbitos corporativo, governamental e no chamado terceiro setor (ONGs).

Fontes de energia

Também é essencial que as empresas pensem em mudar as fontes de energia usadas em processos fabris, priorizando as renováveis e não poluentes. Para se ter uma ideia, 20 empresas de petróleo e gás respondem, juntas, por 35% das emissões de gases causadores do efeito estufa. Essas companhias fornecem a maior parte das fontes energéticas usadas em veículos e em operações industriais, direta ou indiretamente.

Os dados deixam claro a importância e necessidade de se pensar na transição energética para o meio ambiente. Ademais, há benefícios para as empresas que pensam em um futuro sustentável. Abaixo, listamos alguns deles.

Os benefícios de investir em um futuro sustentável

O papel das empresas na construção de um futuro sustentável envolve uma série de práticas consideradas benéficas ao meio ambiente. Dentre os pontos abordados, vale reforçar a importância da utilização de energias renováveis nas operações empresariais e nas instalações dos negócios.

O investimento em energia limpa traz uma série de benefícios ambientais e mercadológicos, como:

  •  redução da emissão de gases poluentes;
  •  emprego de tecnologias de ponta, que podem atrair atenção à marca;
  •  não utilização de recursos finitos (como os combustíveis fósseis);
  •  o reconhecimento das práticas de sustentabilidade pelo público ajuda a impulsionar as vendas e a tornar o negócio referência de cuidado com o meio ambiente em sua área. Isso melhora a reputação de sua marca, que pode ser considerada como ambientalmente consciente;
  •  acompanhamento de uma tendência que tem se tornado mais relevante no cenário mundial, podendo se destacar de concorrentes

Uma alternativa interessante são os filmes fotovoltaicos orgânicos: além de produzirem energia elétrica, eles possuem um leque de possibilidades de aplicações muito maior que as tecnologias tradicionais. Esse tipo de tecnologia tem um design inovador e não demanda grande espaço para instalação, podendo ser instalado em fachadas e telhados facilmente.

Um futuro sustentável, que garanta um planeta melhor para as futuras gerações, depende da atuação em conjunto de pessoas, entidades governamentais e empresas. Por isso, é fundamental que os negócios se organizem para prosperar de maneira sustentável e adotem práticas, produtos e iniciativas limpas e renováveis, integrando novas soluções às atividades empresariais cotidianas.

Quer descobrir como a Sunew toma suas decisões e age para a construção de um futuro mais consciente e sustentável? Assine nossa newsletter e acompanhe nossas iniciativas!